O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player


Jorginho Paulista: o jogador bilheteria do Fla no Estadual

11/04/2012 às 20:42

Considerado o jogador bilheteria para o Estadual de 2012, o Flamengo acaba de fazer uma das maiores contratações dos últimos tempos para o futebol piauiense. Trata-se de Jorginho Paulista, lateral esquerdo com atuações em várias equipes de primeira linha no futebol brasileiro e mundial. O atleta, de 32 anos, chega na madrugada desta quinta-feira (12) e a partir das 15h30 será apresentado à torcida e imprensa na Vila Olímpica.

Segundo palavras do presidente Jankel Costa, "a vinda desse grande profissional é para sacudir  o Estadual desse ano. Queremos a volta do torcedor aos estádios e melhorias para o nosso futebol". O dirigente adiantou  ainda que "o principal motivo foi a qualidade técnica e o profissional dedicado que é Jorginho Paulista. Além disso ele nos demonstrou muita vontade em disputar o Campeonato Piauiense de 2012”, garante Jankel Costa.

Além de Jorginho, outras contratações serão feitas nos próximos dias. "Estamos constantemente em contatos com outros jogadores. É possível que ainda essa semana novos reforços chegarão ao clube", emendou.

Aquela que pode ter sido a grande contratação do Marcílio Dias para a temporada foi anunciada esta semana. Trata-se do lateral direito Jorginho Paulista, 31, campeão brasileiro e da Copa Mercosul em 2000, quando defendia o Vasco da Gama. Além disso, o atleta já atuou por Palmeiras, PSV Eindhoven (Holanda), Boca Júniors, São Paulo e Cruzeiro. O último clube defendido pelo lateral foi o Ceilândia, do Distrito Federal.  
Carreira - A experiência de um homem não se conta pela idade que tem, mas pelo quanto vivenciou, conheceu, sofreu e se alegrou. Bem diga Jorginho Paulista, que tem 32 anos, mas seriam muitos mais levando-se em consideração quantas histórias, de glórias e tormentas, engraçadas e tristes, tem para contar. A história de glórias para Jorginho Paulista começou aos 17 anos, idade em que conquistou seu primeiro grande título: o campeonato mundial sub-17 pela Seleção Brasileira, em 1997, num time que tinha, entre outros, o goleiro Fábio, do Cruzeiro, e Ronaldinho Gaúcho, hoje astro do Flamengo. Naquela competição, disputada no Egito, o lateral-esquerdo fez dois gols na primeira fase: nas vitórias sobre os Estados Unidos, por 3 a 0, e Omã, por 3 a 1.

No entanto, já profissional, foi na nau vascaína de 2000 e início de 2001, quando foi campeão da Copa Mercosul e Brasileiro (Copa João Havelange), que Jorginho Paulista teve as suas maiores alegrias no futebol - ele também jogou ao lado de Valdo, no Botafogo, na campanha da Série B do Brasileiro em 2003, e de Silas, no Atlético-PR, em 2001.

Da Argentina, Jorginho Paulista traz boas lembranças. Ele ficou no país vizinho de junho de 2001 a maio de 2002 e foi vice mundial (ficou no banco na vitória do Bayern de Munique, por 1 a 0) e terceiro colocado no torneio Apertura (abertura) do Campeonato Argentino. De lá veio para o Cruzeiro, que acabara de negociar Sorín com o Lazio-ITA.

Com a experiência de quem foi para a Europa muito cedo, aos 18 anos - para o PSV Eindhoven-HOL -, e depois se transferiu para o Udinese-ITA, ele compara a mentalidade de dirigentes, treinadores e jogadores do Velho Mundo com os daqui.

Ele começou no Palmeiras com 17 anos e foi campeão mundial sub-17 pela Seleção. O treinador do Verdão era o Felipão que o levou para o time principal. "Eu cresci, e minha base foi toda lá. Mas há muito tempo não me veem jogar, e também não dão oportunidade de mostrar. Não passei por esses times grandes porque sou bonito, eu tinha condições, mas aqui não dão as condições que na Europa muitos clubes dão. Há vários times grandes lá com muitos africanos treinando. No La Coruña eu tive essa possibilidade", analisou o lateral, que teve uma passagem conturbada pelo Udinese.

Desde que deixou o Vasco, na sua segunda passagem pelo clube, em 2006, Jorginho Paulista deu quase uma volta ao mundo em mais de dois mil dias (cinco anos e meio). Passou por terras muito distantes, como Cuernavaca, cidade turística que fica próxima à Cidade do México, para jogar no Pumas Morelos, time que pertence ao Pumas Unam, da capital, em 2006; Salt Lake City (EUA), em 2007, para atuar no Real Salt Lake; Tianjin, no Nordeste da China, para defender o Tianjin Teda, em 2008, e Zagreb, Croácia, onde fez apenas seis jogos em 2011 pelo NK Lucko, seu último clube antes de retornar ao Brasil.

Nesse período, o lateral-esquerdo também peregrinou pelo interior brasileiro: Paulista-SP, de Jundiaí (SP), em 2007; Bragantino, de Bragança Paulista (SP), em 2008; Campinense, de Campina Grande (PB), em 2009, e Ceilândia, da cidade-satélite de mesmo nome no Distrito Federal, no ano passado. No início de 2011, Jorginho chegou a treinar no Duque de Caxias-RJ para jogar o Campeonato Carioca e a Série B do Brasileiro, mas anteviu um naufrágio para o time fluminense e partiu para o Planalto Central. O Duque acabaria rebaixado para a Série C com uma campanha na Segundona de duas vitórias, 11 empates e 25 derrotas.

Depois de jogar na Croácia de julho a setembro passados, embora tivesse vínculo até junho de 2013, Jorginho rescindiu seu contrato e foi pegar bons ventos no Timão, que se sagraria campeão brasileiro pouco tempo depois, e ver se acertava seu norte. "Vejo jogadores que não atuam, que tiveram um patamar lá em cima, que eu tinha possibilidades de alcançar isso também. Perdi o ápice, passou, agora tenho de correr atrás. Meu objetivo é jogar no segundo semestre num time de Série A ou B do Brasileiro, ou mesmo de fora, do Japão. Eu me vejo em nível alto ainda".

  • Perfil
  • Nome completo: Jorge Henrique Amaral de Castro
  • Nascido: 20 de fevereiro de 1980 (32 anos)
  • Local: São Paulo (SP), Brasil
  • Altura: 1,80m
  • Peso: 78kg
  • Posição: lateral-esquerdo
  • Clube de juventude: Palmeiras
  • Clubes profissionais: Palmeiras, PSV Eindhoven (Holanda), Udinese (Itália), Atlético Paranaense, Vasco, Boca Juniors (Argentina), Cruzeiro, São Paulo, Botafogo, Tianjun Teda (Japão), Pumas Unam, Paulista, Real Salt Lake (EUA), Bragantino, Campinense, Duque de Caxias, Ceilândia, NK Lucko (Croácia), Marcílio Dias e Flamengo do Piauí.



QUADRO DEMONSTRATIVO DE ARRECADAÇÃO


CALENDÁRIO OBRIGATÓRIO


NOVA SEDE TERÁ INÍCIO EM BREVE


PENALIDADE COM 9.15m NO JOGO DO FLAMENGO
  Mais Notícias > > >

 

 


NOVA VERSÃO DO PORTAL EM DESENVOLVIMENTO!